Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Notícias’ Category

Ainda bem que ele já está se recuperando… que susto ele tomou ein?!

Vejam só que estrago fez uma simples e “leve” mola… eu coloquei leve entre aspas porque ela pode ser leve na sua mão, parada! Mas a uma alta velocidade (com a qual ela acertou o piloto) o impacto dela pode ser comparado ao de um tiro!
Ele está internado ainda em um hospital localizado em Budapeste, Hungria. Mas felizmente, o médico-chefe do hospital já disse que ele pode receber alta. “Se seu estado continuar melhorando nesse ritmo, ele poderá deixar o hospital em um prazo de sete a dez dias, e pelas próprias pernas” declarou o diretor do Hopsital AEK, o dr. Peter Bazso, falando à imprensa.
E a equipe da Ferrari também está com nosso compatriota. Eles acreditam em sua recuperação e não pensam em substituí-lo. “Esperamos que ele volte a seu carro quando se recuperar”, disse Stefano Domenicali, chefe da escuderia Ferrari.
O neurocirurgião Robert Veres, declarou que houve uma lesão no olho, entretanto não sabe a gravidade da mesma. Também sobre sua volta às pistas, disse: “Não podemos dizer se vai voltar a correr ou não. É muito cedo”.
Agora nos resta torcer pelo nosso piloto, e que ele volte para as pistas!

Read Full Post »

A Disney está produzindo a adaptação do jogo Prince of Persia: Sands of Time para as telonas, e já lançou a primeira imagem oficial. O Prince (que no filme tem o nome de Dastan) será vivido por Jake Gyllenhaal (que ficou famoso por filmes como “O Dia Depois de Amanhã”, “Soldado Anônimo” e, é claro, “Jimmy Bolha”).
O lançamento oficial será nos Estados Unidos, em 28 de Maio de 2010, mas, infelizmente, não existe uma previsão exata para o lançamento aqui no Brasil…
Apesar de filmes baseados em jogos não terem muito sucesso, esse parece que vai ser bem legal, até porque está sendo produzido pela Disney (tomara que tenha uma qualidade equivalente a “Piratas do Caribe”).

Só não entendi uma coisa: o filme é uma adaptação do Sands of Time, mas o Prince tá usando a roupa vista em The Warrior Within! :S
Alguém me explique isso!!!

Read Full Post »

Propriedades malucas, mas comprovadas, da Teoria da Relatividade e da Mecânica Quântica fazem com que idas ao futuro ou ao passado não sejam só ficção científica

A questão aqui, na verdade, não é como VIAJAR no tempo, e sim como NÃO VIAJAR no tempo, porque a todo momento estamos viajando em direção ao futuro. Enquanto você leu o comecinho dessa matéria, deve ter viajado pelo menos uns 4 segundos no tempo.

Quando Albert Einstein desenvolveu sua famosa Teoria da Relatividade, nos agraciou com a idéia de que o tempo não é apenas um pano de funo aonde acontecem os fatos do Universo, mas sim uma dimensão, como as outras tão conhecidas: altura, largura e profundidade. E que tal como nos movemos nessas três dimensões, poderíamos “caminhar” pelo tempo.

Entretanto não podemos escolher a direção que queremos andar no tempo, estamos presos a esse fluxo que nos leva ao futuro.

Será que tudo isso é verdade?

A própria Teoria da Relatividade sugere que há maneiras de burlar esse fluxo, e fazer viagens não-convencionais no tempo.

Mas, como todo mundo já sabe: falar é fácil!

Na teoria, basta acelerar no espaço para acelerar no tempo! A relatividade mostra que coisas acontecem conosco quando estamos em grande velocidade, por exemplo: afinamos no sentido do movimento, ficamos mais pesados e o tempo passa mais devagar para nós. ENTRETANTO, DE UMA MANEIRA MUITO, MAS MUITO SUTIL. Porém real.
Essa sutileza só começa a “aparecer” aos nossos olhos, quando chegamos perto da velocidade da luz (a mais rápida do Universo – cerca de 300 mil km/s).

Um exemplo dessa discrepância de espaço-tempo é o exemplo conhecido como o paradoxo dos gêmeos:

Imagine dois jovens gêmeos idênticos. Um deles foi recrutado para ser astronauta e fazer um vôo experimental em uma aeronave da Nasa que chega a 50% da velocidade da luz. Ele parte rumo à Alfa Centauri (a estrela mais próxima do sistema solar, a poucos anos-luz daqui), e volta em uma viagem que durou 16 anos. Quando retorna, recebe uma surpresa: seu irmão já é um idoso, à beira da morte, enquanto ele só envelheceu o tempo da viagem (16 anos!). O que

aconteceu foi: enquanto o tempo passava mais devagar para o gêmeo astronauta, aqui na Terra passava normalmente, ou seja, o gêmeo que ficou, envelhecia de modo comum.

Daí a diferença tão grande de idade entre os dois, que pode ser vista como uma viagem no futuro do irmão astronauta.

Até agora falei somente de viagem ao futuro… aí você se pergunta: e quanto à viagem ao passado?
Muitos argumentos físicos sugerem uma inviabilidade de voltar no tempo devido às violações das leis de conservação de matéria e energia e exigiria uma viagem mais rápida que a luz, para acontecer.

Ainda que Einstein tivesse dito, em sua Teoria, que a velocidade absoluta no Universo é a da luz, que não existe nada mais rápido, cientistas já encontraram meios de triblar esse entrave, usando a própria Teoria da Relatividade.

O principal fenômeno-chave para criar famosas “máquinas do tempo” para viajar ao passado, seriam os chamados Buracos de Minhoca. Parecidos com os Buracos Negros, esses buracos de minhoca são fendas espaciais que ligam dois pontos distantes e descontínuos do espaço-tempo.

Mas para que tais buracos existam, é necessário o que os físicos chamam de “matéria exótica” – substância que possui densidade de energia negativa.

Pesquisas do físico neozelandês Matt Visser revelam a possibilidade da existência de buracos de minhoca e que uma quantidade bem pequena de matéria exótica poderiam manter essas fendas abertas. Vamos complicar ainda mais:

Para cada partícula existente no Universo – próton, nêutron, elétron, ou qualquer outra -, existe uma antipartícula equivalente: antipróton, antinêutron, pósitron etc. O físico americano Richard Feynman, um dos mais brilhantes do século passado, desenvolveu diagramas para interpretar o comportamento das partículas e antipartículas, e constatou o seguinte: as antipartículas se comportam exatamente como as partículas convencionais, só que viajam no sentido contrário do tempo – ou seja, viajam do futuro para o passado!

Será que elas realmente estão fazendo isso? Ou é só mais um efeito bizarro da física quântica?
Deixe seu comentário! xD

Read Full Post »

Após tantos pedidos, Kojima resolveu juntar-se a uma equipa de filmagens e produzir um filme sobre a série Metal Gear Solid. Kojima diz “recebi muitas ofertas para adaptar Metal Gear Solid. Demorou bastante tempo, mas fizemos um acordo. Um filme MGS está a caminho.”

Read Full Post »

E não é que a história se repete? A alguns meses atrás a justiça Brasileira proibiu a venda do Counter Strike e Everquest. A nova vítima da censura agora é o jogo Bully, que por enquanto está com a venda proibida somente no Rio Grande do Sul.

Aula de Educação Física

O motivo alegado pelo ministério público foi que o jogo contém “situações ditadas pela violência, provocação, corrupção, humilhação e professores inescrupulosos, nocivo à formação de crianças e adolescentes e ao público em geral”. O problema é que Bully, assim como o Counter Strike e tantos outros jogos censurados têm a venda permitida apenas para maiores de 18 anos, ou seja cidadões que já possuem caráter formado e são totalmente responsáveis pelos seus atos, ou seja outra decisão sem fundamento algum. E além disso todo mundo sabe que quem quiser o jogo vai comprar pirata, baixar da internet ou importar, ou seja não resolve em nada o “problema”.

Aula de Ciências

Outra coisa preocupante é a falta de critério, afinal existem filmes como Jogos Mortais e O albergue que são mais violentos que Counter-Strike ou Bully, e mesmo assim não sofrem qualquer tipo de censura ou proibição. Apenas são classificados para maiores de 18 anos, algo que também ocorre com os jogos.

Que tal a próxima vez proibir algo que realmente faça mal a população? Têm o Funk, novela, Big Brother, corrupção, mensalação…

Read Full Post »