Feeds:
Posts
Comentários

Archive for abril \29\UTC 2008

Por Danilo Ferreira Lima

No último dia sete de abril de 2008, o grupo Detonautas Roque Clube lançou seu novo disco: “O Retorno de Saturno”.
No novo trabalho, a banda quebra sua característica marcada pelo som pesado das guitarras. Devido ao assassinato de Rodrigo Netto (guitarrista e um dos principais compositores do Detonautas), depois do lançamento de “Psicodeliamorsexo & distorção” (2006) o grupo formado por Tico Santa Cruz (voz e violão), Fábio Brasil (bateria), Tchello (baixo), DJ Cleston (percussão, scratches e efeitos) e Renato Rocha (violão e guitarra) teve de se reestruturar para dar prosseguimento a sua carreira. O líder da banda, Santa Cruz, ficou sem seu principal parceiro nas composições, e a redefinição de rumos concretiza-se no novo álbum, onde canções dão lugar às guitarras pesadas de sua obra pregressa. A seguir um depoimento da banda, postada no blog (www2.uol.com.br/detonautas/blog):
“Nossa primeira experiência sem a presença de Rodrigo Netto. Este que foi a criatura inspiradora em diversas canções como: ‘Lógica’, ‘As Verdades do Mundo’, dentre outras. É uma homenagem sincera que materializa uma saudade saudável pelo privilégio que tivemos de conviver ao lado de alguém tão especial”.
Em 2007, o grupo teve seu contrato rescindido com a gravadora WEA, pois se recusaram a gravar um acústico e quiseram investir no quarto disco autoral. No fim de janeiro anunciaram em seu blog que estão trabalhando com uma nova gravadora, a SONY/BGM. O álbum será produzido pelo guitarrista do “Barão Vermelho”, Fernando Guimarães.

Read Full Post »

E não é que a história se repete? A alguns meses atrás a justiça Brasileira proibiu a venda do Counter Strike e Everquest. A nova vítima da censura agora é o jogo Bully, que por enquanto está com a venda proibida somente no Rio Grande do Sul.

Aula de Educação Física

O motivo alegado pelo ministério público foi que o jogo contém “situações ditadas pela violência, provocação, corrupção, humilhação e professores inescrupulosos, nocivo à formação de crianças e adolescentes e ao público em geral”. O problema é que Bully, assim como o Counter Strike e tantos outros jogos censurados têm a venda permitida apenas para maiores de 18 anos, ou seja cidadões que já possuem caráter formado e são totalmente responsáveis pelos seus atos, ou seja outra decisão sem fundamento algum. E além disso todo mundo sabe que quem quiser o jogo vai comprar pirata, baixar da internet ou importar, ou seja não resolve em nada o “problema”.

Aula de Ciências

Outra coisa preocupante é a falta de critério, afinal existem filmes como Jogos Mortais e O albergue que são mais violentos que Counter-Strike ou Bully, e mesmo assim não sofrem qualquer tipo de censura ou proibição. Apenas são classificados para maiores de 18 anos, algo que também ocorre com os jogos.

Que tal a próxima vez proibir algo que realmente faça mal a população? Têm o Funk, novela, Big Brother, corrupção, mensalação…

Read Full Post »